Ir al contenido

Suite na Casa Grande Colonial Paty do Alferes

Casa entera. Anfitrión: Thiago
2 huéspedes1 habitación2 camas2 baños
Alojamiento entero
(casa): será solo para ti.
Limpieza avanzada
Este anfitrión se ha comprometido a seguir el proceso de limpieza avanzada en 5 pasos de Airbnb.
Suíte na casa com arquitetura colonial em uma área rural de Paty do alferes, lugar para descansar e apreciar a natureza.
Além do quarto aconchegantes, temos área gourmet, piscina, campo de futebol e vôlei, sinuca e totó.
Área com churrasqueira e forno a lenha para eventos.

El alojamiento
Os hóspedes podem desfrutar da natureza e mata nativa, piscina, campo de futebol e vôlei área gourmet com churrasqueira

Lugares para dormir

Habitación 1
1 cama matrimonial, 1 cama individual

Lo que ofrece este lugar

Costa
Cocina
Wifi
Estacionamiento gratuito en las instalaciones
Alberca
Se admiten mascotas
Televisión y televisión por cable estándar
Lavadora
No disponible: Detector de monóxido de carbono
No disponible: Detector de humo

Selecciona tu fecha de llegada

Ingresa tus fechas de viaje para ver el precio exacto
Llegada
Agregar fecha
Salida
Agregar fecha

Sin evaluaciones (por ahora)

Este anfitrión tiene 2 evaluaciones de otros alojamientos. Mostrar las otras evaluaciones
Nuestra misión es ayudarte a viajar con total tranquilidad. Cada reservación está cubierta por la Política de reembolso al huésped de Airbnb.

Dónde vas a estar

Paty do Alferes, Río de Janeiro, Brasil

Paty do Alferes é um município brasileiro do interior do estado do Rio de Janeiro. Ocupa uma área de 319,103 km². Seus habitantes são denominados como patienses, sendo um dos centros culturais mais importantes do estado.

Festa do Tomate
A consagração da produção agrícola local ocorre anualmente na semana do feriado de Corpus Christi com a realização da Festa do Tomate, quando o distrito de Avelar recebe um fluxo médio de 40 000 pessoas por dia.

A festa originou-se de uma semana técnica promovida por técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio de Janeiro (EMATER-RIO) e da CEASA-RJ no Mercado Produtor em 1979. O objetivo inicial era apenas o realizar um encontro de aprimoramento técnico dos produtores rurais de Paty do Alferes com eventos paralelos de entretenimento.

Dois anos depois, inspirado na Festa da Uva de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, o evento passou a ser conhecido como Festa do Tomate. Ainda era uma uma pequena confraternização de produtores e técnicos agrícolas, onde as grandes atrações eram mágicos e leilões de animais.

No ano da emancipação de Paty do Alferes, 1987, a Festa do Tomate passou para a administração municipal. Desde então, passaram a ser contratados artistas de renome para apresentação nos eventos.

Com a inauguração do Parque de Exposição Amaury Monteiro Pullig no distrito de Avelar, em 1995, a Festa do Tomate tornou-se a maior do gênero no estado do Rio de Janeiro.

Além de shows de artistas famosos, a programação inclui atividades da área agrícola como o Concurso Leiteiro e de Qualidade do Tomate, eventos esportivos tais como os Torneios de Vôlei e de Corrida Rústica, concursos de culinária do tomate e eleição da Rainha da Festa.

Aldeia de Arcozelo
Ver artigo principal: Aldeia de Arcozelo
Era a antiga Fazenda Freguesia, onde ocorreu a mais importante revolta de escravos da região, liderada por Manoel Congo. Depois, passou a ser propriedade do Visconde de Arcozelo.

João Pinheiro Filho, seu último proprietário, doou, em 1958, a Fazenda Arcozelo para o embaixador Pascoal Carlos Magno criar um centro permanente de realizações artísticas teatrais, onde - sobre sua gerencia - ocorreram algumas edições do FESTIVAL DE TEATRO DE ESTUDANTES por ele organizado.

Atualmente, a Aldeia de Arcozelo é administrada pela Fundação Nacional de Arte, do Ministério da Cultura - estando abandonada em precário estado de conservação, fruto do descaso das autoridades, com visitação suspensa.

Igreja Matriz[14]
A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Pati do Alferes é um monumento arquitetônico profundamente representativo do mais importante período histórico da região. Foi tombada em 1973 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Sua construção foi iniciada em 1840, a partir de uma doação de terras e recursos financeiros do capitão-mor de ordenança Manuel Francisco Xavier e de sua esposa, Dona Francisca Elisa Xavier, futura Baronesa da Soledade.

Foi construída em estilo colonial com estruturas em madeira e paredes frontais de pau a pique. Seu interior é decorado com importantes peças de mobiliário e ícones, tais como as imagens de Nossa Senhora da Conceição e de Nossa Senhora do Rosário, ambas do século XIX, que, ainda hoje, adornam os altares.

Foi inaugurada em 31 de maio de 1844 e era administrada pela Irmandade de Nossa Senhora da Conceição. A administração por monges franciscanos começou em 1937.

Frei Aurélio Stulzer, um de seus párocos mais atuantes, realizou reformas para a comemoração do centenário em 1944. Com a restauração, foi trazida para a igreja matriz uma imagem de Nossa Senhora da Piedade, feita no século XVIII, que era padroeira da Fazenda Piedade, pertencente ao Coronel Francisco Peixoto de Lacerda Werneck, o segundo Barão de Pati do Alferes. Nesta ocasião, também foram inauguradas a Praça da Matriz e a Galeria dos Fundadores.

A igreja matriz conta ainda com o Espaço Cultural Frei Aurélio Stulzer, que pode ser visitado aos sábados e domingos das dezesseis às dezessete horas e trinta minutos.

Atualmente deteriorada, infestada de cupins, a igreja encontra-se fechada por ordem do IPHAN em lastimável estado de abandono.

As missas estão, precariamente, sendo realizadas no Salão Paroquial ao lado da Matriz.

Caminho do Imperador
O Caminho do Imperador, que penetra em plena Mata Atlântica, é usado por amantes da ecologia para a prática de esportes como caminhadas, cavalgadas ou trilha de bicicletas.

Origina-se de parte do Caminho Novo de Minas aberto por Garcia Rodrigues Paes no início do século XVIII. Um documento de 1810 menciona um caminho que somente podia ser percorrido a cavalo ou a pé, atravessando a Mata Atlântica entre Pati do Alferes e Córrego Seco, atual Petrópolis.

A partir da criação de Petrópolis em 1843 e da chegada de imigrantes alemães em 1845, as autoridades do governo provincial decidiram transformar o caminho em uma estrada carroçável. O relatório do presidente da província do Rio de Janeiro, datado de 5 de maio de 1851, justificava as obras devido à necessidade de suprir a colônia com a produção agrícola daqueles campos mais férteis e menos acidentados, além de estimular a fabricação de carros e seges (carruagens).

O projeto original passou por diversos governos e inúmeras correções até que, em 1858, a obra foi concluída sob a orientação do engenheiro Otto Reimarus, com um percurso de 33 km contados a partir da Estrada do Contorno.

Charles Ribeyrolles percorreu o Caminho do Imperador logo que este foi aberto e o descreveu em seu livro Brasil Pitoresco citando panoramas que são esplêndidas pinturas e cenários magníficos que dão vistas à Baía da Guanabara.[15]

O Imperador D. Pedro II percorreu diversas vezes o caminho cavalgando, surgindo, daí, o nome Caminho do Imperador.

Centro Cultural Maestro José Figueira
A produção artística e cultural de Paty do Alferes conta com a estrutura do Centro Cultural Maestro José Figueira, um dos maiores da região.

Além da arrojada arquitetura, em suas instalações modernas e versáteis realizam-se diversos eventos do município: exposições, apresentações teatrais, cursos, exibição de vídeos etc.

A biblioteca é formada por mais de 40 000 títulos, uma sala especializada em literatura brasileira e acesso à internet com monitoramento.

Dentro do complexo, há um teatro com 110 lugares usado esporadicamente.

Museu da Cachaça
O Museu da Cachaça é o primeiro no gênero no país.[carece de fontes] Seus idealizadores, Íris e Iale Renan, inauguraram o museu em 1991.

Foram necessários anos de pesquisas em bibliotecas e aquisição de centenas de garrafas compradas em todos os cantos do Brasil para montar um acervo vasto e peculiar, que é apresentado aos seus visitantes junto com quadros, coleções de crônicas e artigos, livros especializados, trovas populares, um antigo minialambique, dentre muitos outras atrações da história da cachaça.

No Museu da Cachaça, também estão instaladas uma indústria artesanal de aguardente, duas adegas e um bar para degustação gratuita.

Como trata-se de uma instituição privada as visitas são cobradas.

Raia de Malha
A malha é um jogo bem difundido entre a comunidade local, sendo realizados diversos torneios. Atualmente[quando?] existem, aproximadamente sessenta jogadores cadastrados no Clube de Malha de Pati do Alferes.[carece de fontes] As regras utilizadas são um tanto diferentes das do resto do Brasil e de Portugal.[carece de fontes]

A pista da malha tem quarenta metros de comprimento. As malhas usadas habitualmente pelos jogadores de Pati do Alferes são retangulares com peso que varia de quinhentos a 2.800 gramas.

A malha pode ser jogada individualmente ou em duplas. O jogo consiste em alcançar o maior número de pontos derrubando os pinos ou se mantendo dentro de um dos dois círculos concêntricos (o menor com quarenta cm de diâmetro e o maior com 1,30 cm de diâmetro) onde são colocados os dois pinos e demarcados na extremidade da pista. Cada pino derrubado equivale a dez pontos. O jogador, conseguindo colocar a malha no círculo menor, ganha vinte pontos e, no círculo maior, ganha dez pontos, independente de derrubar o pino ou não. O somatório das jogadas determina o vencedor e as partidas são definidas pelo número de pontos, com o máximo de cem pontos, no torneio de duplas.

Atualmente mal conservada, em precário estado de conservação e sem atividades.

Anfitrión: Thiago

Se registró en junio de 2015
  • 2 evaluaciones
  • Identidad verificada
Adoro viajar
Durante tu estancia
Estou disponível pelo app ou pelo e-mail
  • Idiomas: English, Português, Español
  • Índice de respuesta: 80%
  • Tiempo de respuesta: en el mismo día
A fin de proteger tus pagos, te pedimos que nunca transfieras dinero ni te comuniques fuera de la página o la aplicación de Airbnb.

Qué debes saber

Reglas de la casa
Llegada: A partir de las 15:00
Admite mascotas
Apto para fumadores
Salud y seguridad
Comprometido a seguir el proceso de limpieza avanzada de Airbnb. Mostrar más
Se aplican las pautas de Airbnb con respecto al distanciamiento físico y otras cuestiones relacionadas con el coronavirus
No se indicó si hay detector de monóxido de carbono Mostrar más
No se indicó si hay detector de humo Mostrar más
Depósito de seguridad: si causas daños al alojamiento, se te puede hacer un cargo de hasta $98
Política de cancelación